Aconteceu!

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

Santo André, 1 de junho de 2017

Reconciliação É o amor de Cristo que nos impele (cf. 2 Coríntios5,14-20)

Quero agradecer a possibilidade de estarmos aqui e podermos rezar juntos. Este é um pequeno testemunho de nosso desejo de caminhar rumo à reconciliação que Jesus deseja de nós: Que todos sejam um ó Pai!

São Paulo enfatiza em 2Cor 5,14-20 que a reconciliação é um dom de Deus, destinado à criação inteira. “Era Deus que em Cristo reconciliava o mundo (kosmos) consigo, não imputando aos homens suas faltas e pondo em nós a palavra de reconciliação” (v 19). Como resultado da ação de Deus, a pessoa que foi reconciliada em Cristo é chamada por sua vez a proclamar essa reconciliação em palavras e atos: “O amor de Jesus nos impele” (v 14). “É em nome de Cristo que exercemos a função de embaixadores e, por nós, é o próprio Deus que, na realidade, vos dirige um apelo. Em nome do Cristo, nós vos suplicamos, deixai-vos reconciliar com Deus” (v 20).

O texto enfatiza que essa reconciliação não é feita sem sacrifício. Jesus dá sua vida; ele morreu por todos. Os embaixadores da reconciliação são chamados, em seu nome, a dar suas vidas de modo semelhante. Não vivem mais para si mesmos; vivem por aquele que morreu por eles.

O amor de Cristo nos impele a orar, mas também a ir além de nossas preces pela unidade entre os cristãos. Congregações e Igrejas necessitam do dom da reconciliação de Deus como uma fonte de vida. Mas acima de tudo, elas precisam disso para seu testemunho comum no mundo: “que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim e eu em ti; que também eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17,21).

O mundo precisa de embaixadores da reconciliação, que destruirão barreiras, construirão pontes, promoverão a paz e abrirão portas para novos caminhos de vida em nome daquele que nos reconciliou com Deus, Jesus Cristo. Seu Espírito Santo indica o caminho na estrada para a reconciliação em seu nome.

Que a fonte da gratuita reconciliação de Deus se derrame na Semana de Oração deste ano, para que muitas pessoas possam encontrar a paz e para que pontes possam ser construídas. Que pessoas e Igrejas possam ser impelidas pelo amor de Cristo a viver vidas reconciliadas e a derrubar as paredes da divisão!

Recentemente, foi a Exortação Apostólica do papa Francisco em 2013 Evangelii Gaudium (A Alegria do Evangelho) que deu o tema para este ano, quando usou a citação “O amor de Cristo nos impele” (nº9) Com essa frase da Escritura (2Coríntios 5,14), tomada no contexto do capítulo 5 inteiro da segunda carta aos Coríntios, a comissão alemã formulou o tema da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2017.

Em Cristo, superamos divisões, ele nos atrai para a união. Nesta celebração abertamente confessamos e pedimos perdão pelos pecados de divisão que se seguiram à Reforma. O tema “Reconciliação – é o amor de Cristo que nos impele” nos leva a celebrar a irrevogável reconciliação que temos recebido pela fé em Jesus Cristo. O amor de Cristo se torna a força impulsionadora que nos leva além das nossas divisões na direção de atos de reconciliação.

O encontro com Cristo transforma tudo. Paulo teve essa experiência na estrada para Damasco. Pela primeira vez ele pode ver Jesus como aquilo que ele realmente era: o Salvador do mundo. Seu ponto de vista foi completamente mudado. Ele teve de deixar de lado seu julgamento meramente humano e limitado.

O encontro com Cristo muda igualmente nossa perspectiva. No entanto, frequentemente ficamos no passado e julgamos por critérios humanos. Fazemos coisas ou proclamações “em nome do Senhor” que, na verdade, podem estar apenas a nosso serviço.

Que o amor de Cristo nos una e nos faça realmente pessoas convertidas ao amor que “move o sol e as estrelas”(Dante), e deve mover também nosso coração

Dom Pedro Carlos Cipollini

Fonte: Diocese de Santo André

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top