Aconteceu!

Papa indica o êxodo como experiência fundamental da vocação

Santo Padre renova seu pedido de uma Igreja em saída para anunciar o Evangelho e curar as feridas de quem necessita

Jéssica Marçal
Da Redação

Francisco diz que a saída de si mesmo é um movimento fundamental da experiência de fé / Foto: Arquivo - L'Osservatore Romano

Francisco diz que a saída de si mesmo é um movimento fundamental da experiência de fé / Foto: Arquivo – L’Osservatore Romano

O Vaticano apresentou nesta terça-feira, 14, a mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações. A partir do tema “O êxodo, experiência fundamental da vocação”, o Pontífice convida os fiéis a saírem de si mesmos para colocarem Jesus Cristo no centro de suas vidas.

Acesse
.: Íntegra da mensagem

Esse é um dos pedidos que o Papa tem reiterado em vários momentos do seu pontificado. Francisco quer uma Igreja em saída, já disse que os pastores precisam ter o cheiro das ovelhas. Na mensagem apresentada hoje, o foco segue essa mesma linha. “Com efeito, se a Igreja ‘é, por sua natureza, missionária’ a vocação cristã só pode nascer dentro duma experiência de missão”, diz o Papa.

Ao falar em êxodo, Francisco recorda que logo vem à memória o início da história de amor entre Deus e seu povo. Ele explica que a raiz de cada vocação cristã tem esse movimento fundamental da experiência de fé: sair de si mesmo para centralizar a vida em Jesus.

“Esta ‘saída’ não deve ser entendida como um desprezo da própria vida, do próprio sentir, da própria humanidade; pelo contrário, quem se põe a caminho no seguimento de Cristo encontra a vida em abundância, colocando tudo de si à disposição de Deus e do seu Reino”.

A experiência do êxodo, conforme enfatiza o Papa, é paradigma da vida cristã, é uma atitude de renovada conversão, é o dinamismo pascal. A vocação, nesse contexto, é a ação de Deus que arranca a pessoa da rotina e da indiferença e a projeta para a alegria da comunhão com Deus e com os irmãos. “Por isso, responder à chamada de Deus é deixar que Ele nos faça sair da nossa falsa estabilidade para nos pormos a caminho rumo a Jesus Cristo, meta primeira e última da nossa vida e da nossa felicidade”.

Essa dinâmica do êxodo não é só para cada pessoa chamada, ressalta o Papa, mas também para a Igreja, que deve sair ao encontro do homem, anunciar o Evangelho, cuidar das feridas das almas e dos corpos, levantar os pobres e os necessitados.

O Dia Mundial de Oração pelas Vocações é celebrado há mais de 50 anos no quarto domingo de Páscoa. Em 2015, será no dia 26 de abril.

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com