Aconteceu!

Papa Francisco sobre a revista Charlie Hebdo: Existe limite para a liberdade de expressão, mas matar em nome de Deus é uma aberração.

papa-Francisco-Foto-

Em suas distintas edições, a revista francesa se burlou ofensivamente de políticos e inclusive da Igreja Católica, de seus pastores, da Virgem Maria e da Santíssima Trindade.   Consultado sobre o caso e sua relação com a liberdade de expressão por um jornalista francês a bordo do avião, o Papa Francisco assinalou que “não se deve provocar”.  “Não se pode insultar a fé de outros. Não se pode caçoar da fé”.   Entretanto, advertiu, “não se pode matar em nome de Deus”.   “Todos nós temos não só a liberdade, mas o direito e também a obrigação de dizer o que pensamos para ajudar a construir o bem comum”, disse o Papa.   “Temos a obrigação de livremente gozar desta liberdade, mas sem ofender”.   “Matar em nome de Deus é uma aberração contra Deus. Penso que isto é o mais importante sobre a liberdade religiosa. Pode-se praticar (cada um a sua religião) com liberdade, mas sem impor ou matar”.   Francisco disse aos jornalistas que “não se pode ofender ou fazer a guerra, matar em nome de sua religião, que é em nome de Deus”.   Mas se a liberdade de expressão é usada para ofender, advertiu, é possível que haja uma reação.

Fonte: ACI DIGITAL

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com