Aconteceu!

Os Santos

Em ordem alfabética, fazemos nesta parte, um breve relato da história dos principais santos reverenciados na igreja matriz:

Santo Agostinho – (354 – 430) – Bispo e Doutor da Igreja
Nasceu em Tagaste, na Tunísia em 354. Seu pai, Patrício, era pagão e sua mãe, Mônica, era cristã, (mais tarde canonizada como Santa Mônica). Quando aos 33 anos de idade se converte ao cristianismo, Agostinho já tinha passado por inúmeras fraquezas e contradições. Rebelde, herege e entregue à “escuridão da carne”, através das orações e lágrimas de sua mãe, Santa Mônica, é batizado por Santo Ambrósio. É consagrado sacerdote e depois bispo de Hipona (África). Morre aos 76 anos amado e venerado pelos seus fiéis. Deixou vasta bagagem literária, constante de sermões, 270 cartas e 93 obras, das quais se destacam: “Confissões”, “Cidade de Deus”, “Da imortalidade da alma”, “Do livre arbítrio”, etc. Seu dia é 28 de Agosto.

Santo Antônio – (1195 – 1231) – Presbitério e Doutor da Igreja
Nascido em Lisboa, de uma família de grandes posses aos 15 de Agosto com o nome de Fernando, aos 15 anos entra no Colégio dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, e aos 25 vai para a Ordem dos Frades Mendicantes de Coimbra, onde toma o nome de Antonio. Em viagem para Marrocos, um naufrágio o leva às costas da Itália quando conhece em Assis, São Francisco. Dono de grande cultura teológica e filosófica, se sobressai como pregador, sendo famosos seus sermões e também seus milagres. Foi canonizado apenas um ano após a sua morte, e até hoje é um dos santos mais populares da igreja. É conhecido por Santo Antonio de Pádua (lugar onde viveu) e/ou Santo Antonio de Lisboa (lugar onde nasceu). Seu dia é 13 de Junho.

São Bernardo – (1090 – 1153) Abade e Doutor da Igreja
Filho de família rica nasceu em um castelo e tinha por pai um nobre e poderoso Senhor chamado Tescelino; ainda jovem decidiu fazer-se monge em Cister, no que foi seguido por quase toda sua família. Numerosos jovens também queriam seguir a carreira monástica, e então Bernardo foi encarregado de fundar outros mosteiros. Carregando uma pesada cruz de madeira, acompanhado de 12 religiosos, cantando hinos e louvores ao Senhor, faz uma longa caminhada até se estabelecer num vale a que dá o nome de Claraval. Deste local, Bernardo expande sua luz sobre toda cristandade, além de percorrer a Europa orientando concílios e pregando uma cruzada à Terra Santa. Escreveu várias obras como “Tratado do amor a Deus” e “Comentário ao Cântico dos Cânticos”. Devoto extremo de Nossa Senhora, é de sua autoria a invocação “ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria”, da “Salve Rainha”. Seu dia é 20 de Agosto.

Santo Expedito – Mártir
Ele era militar, mas um dia tocado pela graça de Deus resolveu mudar de Vida. Foi então que lhe apareceu o espírito do mal em forma de corvo falando “Cras… Cras… Cras…” que significa “amanhã”, isto é, “deixe para amanhã. Não tenha pressa. Adie sua conversão”. Mas Expedito pisando no corvo, esmagou-o gritando: “Hodie”, que quer dizer: “Hoje! Nada de adiamentos. É para já!” Por isso ele é invocado nos casos que exigem solução imediata. Por causa de sua fé, foi martirizado na Armênia. Seu dia é 19 de Abril.

Santa Gema Galgani – (1878 – 1903) Virgem
Filha do farmacêutico da cidade de Camigliaio, província de Luca, na Itália e, órfã de mãe aos 8 anos Gema Galgani foi protagonista de fenômenos místicos, como a impressão dos estigmas de Cristo em seu corpo. As chagas apareciam todas as semanas das 20 horas da 5ª feira até às 15 horas da 6ª feira, acompanhadas de êxtase. Teve uma vida recolhida e humilde na Casa das Irmãs Passionistas. Faleceu em meio a grandes sofrimentos. Seu dia é 10 de Abril.

João Batista Scalabrini – (1839 – 1905) Beato
Italiano de nascimento, terceiro filho dos oito que tiveram Luiz e Colomba, Scalabrini é chamado de “Apóstolo dos Migrantes” face ao seu trabalho no meio daqueles que, por diversos motivos, saem de sua terra natal em busca de um lugar melhor para viver. O fenômeno migratório é grande no mundo todo, e buscando construir o Reino de Deus, especialmente entre os mais necessitados e injustiçados, ele funda em 28 de novembro de 1887, na Itália, a Pia Sociedade dos Missionários de São Carlos. Hoje os padres Carlistas, ou Missionários Escalabrinianos, como são chamados, estão presentes em quase todos os continentes e nações do mundo. São eles que dirigem a nossa Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, desde 1904. João Batista Scalabrini ingressou no seminário aos 18 anos de idade, e 5 anos mais tarde é ordenado sacerdote. Escolhe como prioridade pastoral, a catequese das crianças, e aos 36 anos é sagrado bispo. Organizou as Escolas de Catequese, publicou a primeira revista catequética italiana, favoreceu todas as obras de previdência e mútuo socorro. Incansável, percorreu mais de uma vez as 365 paróquias de sua Diocese, além de viajar para os Estados Unidos, Brasil e Argentina. No nosso país visitou em 1904 diversas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ele faleceu no dia 1º de junho de 1905, festa da Ascenção do Senhor, com estas palavras: “Estou pronto, Senhor! Partamos!” Sua filosofia cristã pode ser resumida por este seu pensamento: “Somos peregrinos à procura de uma pátria que não é terrena”. Seu dia é 1º de Junho.

São José – Patrono da Igreja Universal
O esposo de Nossa Senhora era descendente de Davi, rei de Israel e é conhecido como um homem justo e trabalhador. Era carpinteiro e ensinou seu oficio a Jesus. Por diversas vezes, o anjo do Senhor entra em contato com ele: quando lhe esclarece sobre a gravidez de Maria; quando o faz fugir para o Egito com a família, e mais tarde voltar para a terra natal. Viveu no silêncio, e apenas é mencionado nos Evangelhos de São Mateus e São Lucas. É o padroeiro dos trabalhadores. Seu dia é 19 de Março.

São Judas Tadeu – Apóstolo e Mártir
São Judas era natural da Galiléia, irmão de Tiago Menor, e parente de Jesus. Conta-se que ele era o noivo nas Bodas de Caná. Depois da Ascenção, iniciou a pregação de Cristo não só na Palestina, como em outros países onde além da palavra, dava o testemunho de sua fé. Por causa disto é trucidado a golpes de lanças e machados. É considerado o santo das causas impossíveis. Seu dia é 28 de Outubro.

São Luiz Gonzaga – (1568 – 1591)
Filho de família nobre, seu pai, Ferrante Gonzaga, marquês de Castiglione delle Stiviere e seu tio, o duque de Mântua, queriam que Luiz seguisse seus passos de soldado e comandante no exército imperial italiano.No entanto, sua vida iria por outros caminhos. Aos doze anos, após ter recebido a Primeira Comunhão das mãos de São Carlos Borromeu, decidiu entrar para a Companhia de Jesus. Renuncia então ao título e à herança familiares, escolhendo para si as incumbências mais humildes. Dedica-se aos doentes, principalmente quando Roma é atingida por uma epidemia, o que provocou sua morte aos 23 anos de idade. É o “Padroeiro da Juventude”. Seu dia é 21 de Junho

Nossa Senhora Aparecida
Proclamada Rainha e Padroeira do Brasil em 31 de Maio de 1931 tem uma história de milagres e devoção que se inicia em outubro de 1717, quando 3 pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Felipe Pedroso, tiraram do Rio Paraíba, em Guaratinguetá a imagem de Nossa Senhora quebrada em duas partes: corpo e cabeça. Em 1958, a cidade de Aparecida foi elevada a Arcebispado, sendo seu primeiro arcebispo o Cardeal Mota. Em 1967, Aparecida recebeu a “Rosa de Ouro”, enviada pelo Paulo VI. Seu dia é 12 de Outubro.

Nossa Senhora da Boa Viagem
“da Boa Viagem” é um dos muitos títulos que se dá a Nossa Senhora, originado no século XVI pelos navegadores portugueses, e trazido ao Brasil pelos colonizadores. A imagem venerada em nossa igreja é de terracota proveniente de Portugal, e segundo consta foi doada por um casal de portugueses que saíram ilesos de uma tempestade no mar, provavelmente no início de 1800. Sua festa é comemorada no 1º Domingo de Setembro.

Santa Rita de Cássia – (1381 – 1457) Religiosa
Italiana nascida na Úmbria num lugar chamado Roccaporena, filha de pais muito velhos, Rita enfrentou muita adversidade em sua vida. Casada com um jovem violento e irrequieto, sofre e reza em silêncio pela conversão do marido. Sua bondade conseguiu abrir uma brecha no coração daquele homem, que afinal muda de vida e costumes. Mas ele tinha muitos inimigos, e um dia aparece morto. Tal fato provoca em seus dois filhos, o juramento de vingança. Rita pede a Deus que leve seus filhos deste mundo para que eles não pecassem tão horrivelmente. Tendo sua prece atendida, sem marido e sem filhos, Rita entra então para a vida religiosa, que ela almejava desde a infância. Dedica-se totalmente a Deus com penitências, orações e principalmente ao amor de Cristo Crucificado. Numa associação visível à sua paixão, Jesus imprime-lhe na testa um espinho que aí ficou, numa chaga dolorosíssima e purulenta, durante 14 anos até sua morte. Seu dia é 22 de Maio.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top