Aconteceu!

MUNDO SUSTENTÁVEL? A FALÁCIA DA AGENDA 2030

Roberto Vertamatti – 18 de dezembro de 2020

Muito se tem falado em nossos dias sobre a questão da sustentabilidade, tornando o tema uma grande luta para toda a humanidade poder garantir um futuro de esperança para nossos filhos e netos; pelo menos é uma parte significativa e influente da humanidade que assim pensa e age. Este assunto é tão comentado em nossos dias que até parece ser uma espécie de apanágio: temos que cessar a emissão de CO2, exemplificando, se quisermos sobreviver, caso contrário o nível dos oceanos irá subir em função da temperatura que estará atingindo, nas próximas décadas, mais de 2 graus acima da média atual.  

As organizações, todas elas, de maneira geral, bem como as empresas e até a Igreja, tem discutido muito a questão da sustentabilidade nos últimos anos, a ponto de pouco mencionar, ou não dar a ênfase necessária, para alguns outros temas que são também muito importantes como o aborto, a eutanásia, a poluição da água, a pior das poluições.   

O próprio Vaticano tem se empenhado em difundir uma preocupação com a nossa casa comum, com a sua preservação e conservação.  Até certo ponto entendo correta esta preocupação, mesmo porque Deus fez a natureza para o homem, mas, este deve trata-la coerentemente, conservando-a. Em palestras no Vaticano se tem utilizado o termo “ecologia integral”, um termo relacionado às mudanças climáticas, principalmente comentado na encíclica Laudato Si. Segundo o Papa Francisco, a ideia por trás de uma “ecologia integral”, é que a forma que levarmos a nossa vida, pode afetar o ecossistema. Diz o Papa que “se pensarmos sobre o nosso estilo de vida, dizendo não ao consumismo, por exemplo, poderemos ajudar a recuperar a harmonia com a criação, pois o meio ambiente é criação de Deus emprestado a cada geração, devendo passa-la para a próxima”.  

Recentemente, noticiado pela imprensa mundial, o secretário geral da ONU, António Guterres, alertou que cinco anos após o acordo de Paris, ainda estamos indo na direção correta, mas, alguns compromissos estão sendo postergados. Segundo ele, se não mudarmos o curso, poderemos estar caminhando para um aumento grande da temperatura, algo como 3,0 graus em um século, com efeitos catastróficos.

Diante destes fatos o que realmente causa preocupação a todos nós e, ao mesmo tempo, é um desrespeito por parte de vários organismos, mas em especial a ONU, quando priorizam na agenda 2030 e a redução drástica do CO2, mas, ao mesmo tempo, nada falam da pior poluição que temos em nossos dias, a da água contaminada, inclusive dos oceanos, pelos hormônios utilizados nos anticoncepcionais e pílulas abortivas. Sem dúvida que isto não é compreensível: porque não falar e atacar a pior das poluições? Será porque estaríamos atingindo a indústria farmacêutica, milionária e que sustenta, em boa medida, a OMS (entidade ligada à ONU). No mínimo podemos dizer que isto é de uma hipocrisia sem limites.

Outro aspecto ligado, em boa medida, aos anticoncepcionais, é a defesa da prática do assassinato de bebês no útero materno. O próprio Papa Francisco já mencionou claramente que este pecado da humanidade, é o pior de todos. Então porque aceitamos que este organismo, a ONU, de onde, no mínimo, saem muitas diretrizes falaciosas e hipócritas, dite as regras para o mundo?

O acordo climático de Paris promove também muitos males morais, incluindo o assassinato de bebês no útero materno, além da contracepção. Dentre os objetivos para 2030, um deles é alcançar “acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e aos direitos reprodutivos”, uma falácia conhecida para a prática do aborto, da esterilização e da contracepção.

O discurso parece que está na direção da justiça para todos, da fraternidade e da igualdade, mas, completamente, reitero, falacioso, pois no fundo prega o assassinato de bebês e quer levar a humanidade para um caminho de destruição do próprio ser humano e da família. Não há nenhuma coerência neste discurso, pois é uma falácia, como disse, querer um mundo sustentável e ao mesmo tempo, defender o assassinato de seres humanos.

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com