Aconteceu!

Líderes católicos de todo o mundo lamentam tragédia na Nova Zelândia

Seja por meio das redes sociais ou comunicados oficiais, diversas Conferências Episcopais lamentaram a tragédia que tirou a vida de 52 pessoas

Da redação, com Vatican News

Muçulmana reza após atentado em mesquitas na Nova Zelândia/ Foto: Reprodução Reuters

As Conferências Episcopais e líderes católicos de todo o mundo enviaram mensagens de apoio, solidariedade e preocupação com a comunidade muçulmana na Nova Zelândia, fosse por meio de redes sociais ou comunicados oficiais.

O arcebispo de Canterbury, Justin Welby, twittou sua profunda simpatia pelas vítimas que oravam pela cura das pessoas e lembrou a todos que Jesus nos chama para receber estrangeiros e amar nosso próximo, por mais diferentes que sejam.

O cardeal indiano Oswald Gracias, arcebispo de Mumbai e presidente da Conferência Episcopal Indiana, expressou “profunda dor” pelo massacre. E, ao lembrar que o incidente foi filmado e transmitido ao vivo no Facebook, expressou sua preocupação com o uso inadequado das mídias sociais. “As redes estão cada vez mais carregadas de ódio, mensagens ameaçadoras, raiva ultranacionalista e categorização de dissidentes como antinacionais ”, disse ele.

Nos Estados Unidos, o cardeal Daniel N. DiNardo, presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos, disse estar “profundamente triste com estes ataques insensatos” e expressou estar em sintonia com os bispos neozelandeses, “que estão particularmente horrorizados com o que aconteceu em um lugar de oração”, disse.

Por fim, o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, confirmou que um dos quatro acusados do crime que foi preso é cidadão australiano. Em um comunicado, o arcebispo Mark Coleridge, presidente da Conferência dos Bispos Católicos da Austrália, condenou “esse insondável ato do mal”. Orando para que “do mal, venha o bem, fortalecendo os laços da boa vontade na cidade, no país e no mundo”. toda a família humana, mas especialmente entre cristãos e muçulmanos”.

Outros líderes globais expressaram sua tristeza, incluindo a Arquidiocese de Cingapura, que afirma que “tais ações nos lembram da importância de promover diálogos inter-religiosos” e que tolerância, respeito mútuo e apreciação de outras religiões, devem ser ensinados e aprendidos.

Em um comunicado, o arcebispo Mark Coleridge, presidente da Conferência dos Bispos Católicos da Austrália, condenou “esse insondável ato do mal”. Orando para que “do mal, venha o bem, fortalecendo os laços da boa vontade na cidade, no país e no mundo”.

Outros líderes globais expressaram sua tristeza, incluindo a Arquidiocese de Cingapura, que afirma que “tais ações nos lembram da importância de promover diálogos inter-religiosos” e que tolerância, respeito mútuo e apreciação de outras religiões, devem ser ensinados e aprendidos.

O post Líderes católicos de todo o mundo lamentam tragédia na Nova Zelândia apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top