Aconteceu!

Jesus não os abandona, diz Papa em Tacloban

Francisco visita o local 14 meses após a catástrofe do Tufão Yolanda e afirma que Jesus compreende a dor de cada pessoa

Kelen Galvan
Da redação

Mesmo com a ameaça da chegada de uma tempestade a Tacloban, nas Filipinas, neste sábado, 17, o Papa Francisco dirigiu-se à cidade para presidir a Missa com os fiéis que o aguardavam. A intensa chuva e os fortes ventos não assustaram a multidão que se reuniu no aeroporto local para participar da Celebração.

missa_papa
Na homilia, o Santo Padre contou aos presentes que, de Roma, quando viu a catástrofe provocada pelo Tufão Yolanda, há 14 meses, sentiu que tinha que estar ali. “Eu quis vir para estar com vocês. Um pouco tarde, é verdade. Mas estou”, disse o Papa.

Acesse
.: Homilia na íntegra

Dirigindo-se espontaneamente aos presentes, Francisco explicou que diante de todo o sofrimento vivido pelos cidadãos de Tacloban, que perderam casa, familiares ou ficaram enfermos, ele somente guarda silêncio. “Não sei o que dizer-lhes, (…) os acompanho com o coração em silêncio”.

Entretanto, o Pontífice afirmou que Jesus sabe o que dizer a cada um. “Jesus vai adiante de nós sempre. E quando passamos por alguma cruz, ele passou primeiro. (…) Jesus não nos decepciona. Temos um Senhor que é capaz de chorar conosco, que é capaz de acompanhar-nos nos momentos mais difíceis da vida”, destacou.

As lágrimas e o silêncio eram visíveis entre os presentes, à medida que Francisco falava.

missa_papa1“Muitos de vocês se perguntaram olhando para Cristo, ‘por que, Senhor?’ O Senhor responde a cada um no coração, do seu coração. Não tenho outras palavras para dizer-lhes. Olhemos para Cristo, Ele é o Senhor, Ele nos compreende porque experimentou a Cruz”, disse o Papa.

Ao final da homilia, o Santo Padre convidou os fiéis a dirigirem seu olhar à Nossa Senhora e a Jesus na cruz, e num momento de silêncio, falarem o que traziam no coração.

“Não estamos sozinhos”, afirmou o Pontífice. “Temos uma mãe, temos Jesus, nosso irmão mais velho, não estamos sós. E também temos muitos irmãos que neste momento de catástrofe vieram encontrar-nos”.

O Papa concluiu pedindo desculpas por não ter outra palavra a dizer aos presentes, e lembrou-os mais uma vez, que Jesus não decepciona, nem mesmo Maria, com seu amor e ternura. “Olhemos para ela como filhos (…) Sigamos adiante!”

Após a Missa o Santo Padre almoçou com 30 familiares de vítimas do Tufão, em seguida, deslocou-se a Catedral, onde faria um discurso aos sobreviventes da Catástrofe, para explicar os motivos do cancelamento. Em seguida, o Papa retornou a cidade de Manila.

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com