Aconteceu!

Em homilia, Papa enfatiza necessidade do “sim” a Deus

Na festa da Anunciação do Senhor, celebrada no Vaticano, Papa falou do “sim” de Deus, do “sim” de Maria e do “sim” do homem a Deus

Da Redação, com Rádio Vaticano

Francisco durante celebração eucarística / Foto: L'Osservatore Romano

Francisco durante celebração eucarística / Foto: L’Osservatore Romano

Depois das celebrações pascais, o Papa Francisco retomou nesta segunda-feira, 4, as Missas na Casa Santa Marta. Ele dedicou sua homilia à solenidade da Anunciação do Senhor, celebrada no Vaticano. Aliás, disse ele, a história da humanidade foi feita de uma “corrente” de “sim” a Deus, à esperança do Senhor, a partir de Abraão e Moisés.

Abraão obedece ao Senhor, aceita o seu chamado e parte de sua terra sem saber onde chegaria. Isaías, quando o Senhor lhe pede que fale a seu povo, responde que tem os “lábios impuros”. Então o Senhor purifica os seus lábios e Isaías diz “sim!”. O mesmo vale para Jeremias, que se considerava incapaz de falar, mas depois diz “sim” ao Senhor.

“E hoje, o Evangelho nos fala do final desta corrente de sim, e do início de outro sim, que começa a crescer: o ‘sim’ de Maria. E este ‘sim’ faz com que Deus não somente olhe para o homem, não somente caminhe com o seu povo, mas que se faça um de nós e tome a nossa carne. O ‘sim’ de Maria que abre a porta ao sim de Jesus: ‘Eu venho para fazer a Tua vontade’, este ‘sim’ que acompanha Jesus toda a vida, até à Cruz”.

Francisco se concentrou no sim de Jesus que pede ao Pai para afastar dele o cálice, mas acrescenta: “Seja feita a tua vontade”. Em Jesus Cristo está o sim de Deus, Ele é o sim, disse o Papa.

“Este é um dia bonito para agradecer ao Senhor por nos ter ensinado este caminho do sim, mas também para pensar em nossa vida”, disse o Pontífice. Um pensamento que o Papa dirige em particular a alguns sacerdotes presentes, que celebram 50 anos de ordenação.

“Todos nós, todos os dias, devemos dizer sim ou não e pensar se sempre dizemos sim ou se muitas vezes nos escondemos, com a cabeça baixa, como Adão e Eva, para não dizer não, mas fazer como aquele que não entende, que não entende o que Deus pede. Hoje é a festa do sim. No sim de Maria se encontra o sim de toda a História da Salvação e começa ali o último sim do homem e de Deus.”

Ali, acrescentou o Papa, Deus recria, como no início que com um sim fez o mundo e o homem, aquela Criação bonita e agora com este “sim” maravilhoso recria o mundo, recria todos. É o sim de Deus, concluiu o Santo Padre. Que santifica, que faz ir adiante em Jesus Cristo.

“É um dia para agradecer ao Senhor e nos perguntar: Sou homem ou mulher do sim, ou sou homem ou mulher do não, ou sou homem ou mulher que olha para o outro lado para não responder? Que o Senhor nos dê a graça de entrar neste caminho de homens e mulheres que souberam dizer sim.”

O post Em homilia, Papa enfatiza necessidade do “sim” a Deus apareceu primeiro em Papa.

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com