Aconteceu!

Bolívia: desafios e curiosidades do país latino-americano

Bispo brasileiro, dom Werlang, comenta realidade social da Bolívia; confira ainda algumas curiosidades sobre o país latino-americano

Monique Coutinho
Da redação

No próximo dia 8, o Papa Francisco desembarcará na Bolívia, onde permanecerá durante dois dias para uma visita pastoral. O país que faz fronteira com outros cinco (Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Peru) se prepara para receber o Santo Padre, que estará em território boliviano pela primeira vez.

Durante sua viagem, o Papa estará cercado de atividades e compromissos.  Um dos momentos bastante esperados é o encerramento do II Encontro Mundial dos Movimentos Populares, no dia 9.

O Presidente da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB, Dom Guilherme Werlang, estará presente no encontro. Para ele, há uma grande expectativa para este momento, uma vez que o Papa Francisco “se tornou uma figura carismática e profética para o mundo”.

Dom Guilherme considerou os muitos conflitos sociais na Bolívia. Ele afirma que “há uma parte da Igreja institucional que apoia essas lutas e tem os cristãos católicos que, às vezes, acham que os movimentos sociais e a Igreja não tem que entrar nessas discussões.”

Leia também:
.: Bolívia apresenta canção oficial para a visita do Papa
.: Bolívia: detentos preparam visita do Papa à prisão

A Igreja

Os católicos bolivianos chegam a 9 milhões e 301 mil. Com uma média de 82,5 católicos a cada 100 habitantes, a Bolívia conta com 600 paróquias, 38 bispos, 619 padres diocesanos, 2643 religiosos.

bolívia

Porcentagem de cristãos na Bolívia / Fonte: Ajuda a Igreja que Sofre

Curiosidades

Muitos desconhecem algumas realidades do país, que acabam se tornando curiosidades. Como o seu nome oficial que é Estado Plurinacional da Bolívia, e apesar da língua oficial ser espanhol, os bolivianos contam com mais duas línguas secundárias e bem faladas: o aimará e o quichuá.

Outra questão curiosa é que a Bolívia têm duas capitais: Sucre (capital constitucional) e La Paz (capital executiva e legislativa). É conhecido também como uma nação sem litoral, porque não é banhada por nenhum oceano.

Acesse:
.: Acompanhe a viagem do Papa Francisco à Bolívia
.: Religiosa que morou no Equador fala do cenário social do país 

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com