Aconteceu!

AIS contribui com reconstrução de centro esportivo na Síria

Centro esportivo que recebia cerca de 800 crianças foi destruído pela guerra, mas recuperação do local está animando as famílias cristãs

Da Redação, com AIS

A reconstrução de um centro esportivo na zona ocidental de Alepo está animando as famílias cristãs a ter esperança no seu futuro na Síria. A destruição está bem visível no interior do Centro Desportivo Al-Yarmouk Youth Center, situado no Al-Zizieh.

“Caiu uma bomba que deixou o pavilhão completamente inutilizado, tivemos que retirar o entulho e agora estamos a recuperar a estrutura de maneira que, mais tarde, possamos reconstruir o telhado”, comenta Kevork Mavian, empresário de origem armênia e responsável do centro. A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) está contribuindo com 30 mil euros para que as obras possam começar o mais cedo possível.

O bairro de Al-Zizieh, situado numa zona maioritariamente cristã perto do centro histórico de Alepo, acolhe uma comunidade traumatizada pelas consequências da guerra. Antes da guerra havia cerca de 150.000 cristãos, mas por causa da violência, da falta de oportunidades e por causa da perseguição levada a cabo pelos grupos jihadistas, só restam 35.000.

Sobre o centro esportivo

O centro esportivo Al-Yarmouk é uma entidade que une várias modalidades esportivas como o basquete, futebol ou atletismo. O clube foi fundado por um grupo de armênios sobreviventes do genocídio de 1915. Ao chegar à cidade de Alepo, a comunidade armênia fez um grande trabalho social com uma forte aposta no esporte.

Desde então, o centro é um lugar muito importante não apenas para a comunidade armênia, mas para todos os cristãos, independentemente do seu rito. É particularmente importante para os jovens e crianças que, por alguns momentos, podem superar os traumas da guerra.

Leia também
.: Em BH, Ato pela Paz na Síria chamará atenção para situação no país
.: AIS apoia projeto na Síria para integração de crianças e jovens

Ainda que o centro esteja ainda em obras, o campo já foi desobstruído e os cestos substituídos. Isto fez com que o espaço já fosse procurado pelas crianças da cidade para as brincadeiras com a bola, o que constitui a melhor terapia para curar as feridas, preencher o vazio e compensar a inércia dos últimos anos.

Antes da guerra, cerca de 800 meninos e meninas frequentavam o centro esportivo para jogar futebol de salão, basquete e participar em outras atividades com os grupos de escuteiros. Para Kevork Mavian, o esforço de recuperar este centro é fundamental. “Poder continuar com todas estas atividades esportivas é muito reconfortante, dá-nos muita esperança e alimenta certamente a nossa fé”.

O centro esportivo conta também com uma zona de restauração onde as famílias cristãs celebram os aniversários, batizados, primeiras comunhões e inclusive casamentos. Reconstruir Al-Yarmouk significa salvaguardar a história da presença cristã no país. O clube foi fundado em 1925 e é o segundo mais antigo da Síria.

A recuperação do local está animando as famílias cristãs a ter esperança no seu futuro na Síria. “Este projeto traz outra perspectiva de vida, especialmente para as crianças desta região onde vive uma grande minoria armênia. É uma ajuda para os problemas psicológicos e traumas devido a todos estes anos de guerra. Ajuda também as famílias a ter uma vida normal e permanecer na Síria”, diz Mavian, que deixa seu agradecimento à AIS pelo apoio nesse projeto.

O post AIS contribui com reconstrução de centro esportivo na Síria apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova

Deixe um comentÁrio

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Scroll To Top